Análise: Dream Theater - Scenes From a Memory PT 2


Pessoal do blog, hoje continuaremos a postagem anterior : Análise Dream Theater Scenes PT 1 . Nesta continuação, falaremos sobre cada música do album em si, e explicaremos a história contada nele.

Confira aqui o album completo para acompanhar a postagem :


1. Regression

O album começa com um hipnoterapeuta hipnotizando Nicholas pela primeira vez, que está tendo visões sobre seu passado, como podemos perceber em "to rejoin the past once again" ( para me juntar ao passado novamente ). Ele não consegue compreender seus sonhos e visões, mas tem uma forte ligação com um nome chamado Victória mesmo sem entender o motivo: "Hello Victoria, so glad to see you, my friend" ( Olá Vitória, muito prazer em te ver, minha amiga ).

Também podemos reconhecer um trecho das músicas "Home" e "The Spirit Carries On", que serão retratadas mais a frente na análise.

2. Overture 1928 

A primeira música instrumental do album, que se refere ao estado hipnótico e surreal em que Nicholas se encontra. Com várias referências à outras músicas, como riffs de Metropolis Pt 1, assim como "The Dance of Eternity" e "One Last Time", ambas deste album, é uma música que consegue passar bem a sensação de Nicholas, com o progressivo em sua melhor forma.

3. Strange Deja vu

Nicholas acorda de sua viagem, e volta à realidade, mas não pode esperar para entrar em transe novamente, já que toda vez que sonha tem novas vívidas surpresas ( "can't wait to get there again" / "there's another vivid surprise" ).

Então, é contado o que Nicholas viu em seus sonhos. Ele conta sobre uma casa que já viu antes, com um clima sombrio no ar ( "familiar settings, nothing new" / "a haunted chill in the air" ). Ele encontra um espelho, e vê uma mulher dentro dele; cusioso, ele pergunta por que ela está lá, porém ela apenas fala em enigmas : "searching for a feeling that's deep inside" ( (estou) procurando um sentimento que está profundamente dentro) , "been searching for one that nobody knows" ( (estou) procurando por alguém que ninguém sabe).

Nicholas também sente que sua alma está ferida ( "something tearing at her soul" ).

De volta ao presente, Nicholas se pergunta por que esta outra vida está atormentando ele, com suspeitas que ele pode ter vivido neste tempo: "could i have lived in that other other world ?" ( poderia eu, ter vivido neste outro mundo ? ).

4. Through My Words

Agora entendemos que na verdade Nicholas em sua vida passada, foi Victoria. Podemos compreender isso com as seguintes passagens : "All you've ever heard, is etched upon my memory, is spoken through my words" ( Tudo que você já ouviu, está marcado em minha memória, e é falado pelas minhas palavras ). 

Também é notável a relação em : "We're sharing one eternity, living in two minds" ( Estamos dividindo uma eternidade, vivendo em duas mentes), "Linked by an endless thread, impossible to break" ( Conectados por uma linha infinita, impossível de se quebrar ).

5. Fatal Tragedy

Nicholas está deitado em sua cama, e muito incomodado por não ter a solução de seu mistério e vida passada. Ele provavelmente começa a sonhar, e conhece um velho, que conta a ele a história de que Victoria foi assassinada em 1928, e que o caso é um mistério até hoje ( "a mistery still today" ). 

Ele quer saber mais sobre o que aconteceu, mas o velho diz que ele vai descobrir conforme os dias forem se passando ( "know the truth as future days unfold" ).

6. Beyond This Life

Agora descobrimos o que foi noticiado sobre o caso do assassinato de Victoria nos jornais de 1928. Uma testemunha (o senador), disse que viu um homem matar a jovem, e logo em seguida se matar, porcausa de uma decepção amorosa. 

Victoria larga Julian, porcausa de seus problemas com vícios (explicado no DVD) : "She wanted love forever, but he had another plan" ( Ela queria amor eternamente, mas ele tinha outros planos ), mas ela claramente queria perdoá-lo : "She may have found a reason to forgive him" ( Ela pode ter achado razões para perdoá-lo ).

Também foi deixada uma carta suicida no lugar, mas que não indicava claramente que Julian queria matá-la. Na carta era dito : "I feel there's only one thing left to do, I'd sooner take my life away, Than live with losing you" ( Eu sinto que tem apenas uma coisa ainda a ser feita, eu prefiro tirar minha própria vida, do que viver tendo te perdido ).

7. Through Her Eyes

Nicholas pensa que sabe tudo sobre o que aconteceu com Victoria, e tristeza preenche seu coração. Ele visita o túmulo de Victoria, e lá está escrito : "In loving memory of our child, so innocent, eyes open wide" ( Em memória de nossa amada filha, tão inocente, olhos bem abertos ).

Ele por fim resolve dar um último adeus para Victoria, e aliviar as angústias de seu passado ( "relieve the anguish of my past" )

8. Home

Agora temos uma reviravolta no enredo. Temos também uma metáfora muito interessante sobre o triângulo amoroso entre Victoria, e os irmãos Edward e Julian, com uma referência a "Home" (Casa), de uma maneira diferente. Edward fala sobre quando Victoria foi pela primeira vez buscar conforto com ele, e isso é a sua casa, seu refúgio.

Edward mostra-se desesperado, com um amor difícil de suportar. 

Nicholas então, percebe que tem mais na história do que imaginamos...

9. The Dance of Eternity

É a segunda música instrumental do album, e o nome faz uma clara referência à uma frase de "Metropolis Pt 1", em que é dito : "Love is the Dance of Eternity" (O amor é a Dança da Eternidade).

Possui um tema bastante espírita, de que o amor é o caminho da felicidade para toda a eternidade.

10. One Last Time

Nicholas está com dúvidas novamente : "It doesn't make any sense" ( Isso não faz nenhum sentido ).

Ouvimos Victoria conversando com alguém : "One last time, we'll lay down today" ( Uma última vez, nos deitaremos juntos hoje ). Possivelmente fazendo referência a algum caso que ela teve depois de terminar com Julian.

Depois, voltando às falas de Nicholas no presente : "To some woman who's screaming, a man pleads forgiveness, his words i cannot hear" ( Alguma mulher está gritando, um homem implora por perdão, mas suas palavras eu nao consigo ouvir ).

11. The Spirit Carries On

Nicholas está confuso sobre a vida pós-morte, e o destino final da alma. E com alguma reflexão na introdução da música, ele chega a conclusão de que se ele morrer amanhã, ficará bem, porque acredita que depois que morremos, nosso espírito continua. ( "If I die tomorrow, I'd be all right, because I believe, that after we're gone, the spirit carries on" ).

Então temos a fala de Victoria, que pede para que Nicholas nunca esqueça a memória dela ( "But please never let, your memory of me disappear" ).

Nicholas volta a falar, e mostra-se em paz com Victoria finalmente, e sem medo da morte.

12. Finaly Free

A hipnoterapia acaba, e Nicholas finalmente vai embora em paz. Porém, somos apresentados à verdadeira história, assim que a música volta ao passado.

Edward confessa que matou Victoria e explica suas razões : 

"Friday evening, the blood still on my hands, to think that she would leave me now for that ungrateful man [..] he’d seem hopeless and lost with this note. They’ll buy into the words that I wrote: [..] ‘I’d take my own life before losing you" 

( Tarde de Sexta-Feira, o sangue ainda está em minhas mãos, e pensar que ela me deixaria por aquele homem ingrato [..] ele parecia sem esperanças e perdido com seu caderno de anotações. Eles acreditarão nas palavras que eu escrevi : [..] 'Eu prefiro tirar minha própria vida antes de te perder' ).

Victoria em suas palavras, mostra que realmente iria largar Edward, e voltar para Julian apesar de seus problemas :

"I ran into Julian, said we'd get together soon [..] I'll break free of the miracle, it's time for him to go"

( Eu me encontrei com Julian, disse que estaríamos juntos logo [..] Eu irei me libertar do milagre, é hora dele ir embora )

Os dois se encontram a noite (Julian e Victoria), e Edward aparece e atira em seu irmão, e mata Victoria, e depois usa sua influência para a mídia acreditar que fora um Crime Passional entre apenas os dois.

A frase mais importante agora é a de Edward, que diz : "Open your eyes Victoria" ( Abra seus olhos Victoria ).

No final da música, temos Nicholas dirigindo para sua casa, e ao chegar lá ele bebe algo, liga a TV e seu gravador. Então, o hipnoterapeuta aparece e diz : "Open your eyes Nicholas" ( Abra seus olhos Nicholas ), e Nicholas grita. 

Então percebemos que o hipnoterapeuta era a encarnação de Edward, e o único novamente que sabia todo o ocorrido da situação.

0 Discografias:

Postar um comentário